Em 10 anos, Região dos Lagos ganha mais de 100 mil habitantes, segundo IBGE

Cabo Frio assume posição de 14ª cidade mais populosa do Estado do Rio de Janeiro.

A divulgação de novos dados sobre a população brasileira, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelou que a Região dos Lagos teve crescimento populacional de 19,8% nos últimos 10 anos. De 2010 à 2019 a população local saltou de 538.470 para 645.100, recebendo 106.360 novos habitantes  – gráfico em anexo

Cabo Frio manteve o título de cidade mais populosa da região e assumiu a 14ª posição no ranking do Estado do Rio. Conforme o IBGE, o número de munícipes cabo-frienses subiu 18,06%, passando de 186.227 moradores em 2010 para 219.863 em 2019.

 Armação dos Búzios, a 6ª cidade mais populosa da região, teve o maior crescimento percentual na última década, aumentando em 47,07% o número de moradores. De 27.560 saltou para 40.532, ocupando a 52ª posição do estado.

Na outra ponta vem Arraial do Cabo com o menor crescimento, apenas 9,5%. Em números quantitativos, o município ganhou apenas 2.634 novos moradores, segundo os dados do IBGE. O município cabista ocupa a 51ª posição no ranking estadual e a 5ª na Região dos Lagos.

Araruama segue como o segundo município mais populoso da região e ganhou 20.292 novos residentes, com um aumento de 18,21%. Passou de 112.008 moradores para 132.400.

Em 3º lugar, São Pedro da Aldeia teve um crescimento de 18,89%, seguido de Saquarema, com 20,12% e Iguaba Grande, que cresceu 23,88%.

Junto ao crescimento populacional da Região dos Lagos identificado pelo IBGE surgem inúmeras perguntas. A região está preparada para receber novos moradores? Serviços e políticas públicas tiveram crescimento concomitante com a população? A expansão urbana, necessária para abrigar novos moradores, está sendo feita de forma regular? O que podemos esperar da qualidade de vida nas 7 cidades que formam a região? Perguntas até então sem respostas, mas que podem revelar como será o futuro da ensolarada Região dos Lagos.