Meio Ambiente Cabo Frio

  • Perfil Ambiental

Cabo Frio fica as margens do Canal do Itajurú, local de encontro da Lagoa de Araruama com o oceano Atlântico, onde ainda resta uma das últimas áreas de mangue da laguna de Araruama, o Dormitório das Garças. Os bairros cresceram sobre as antigas dunas e restingas, que ainda podem ser observadas no Parque das Dunas, onde fica a duna “Dama Branca” maior duna do Sudeste brasileiro. O interior do município segue pela planície até chegar ao leito cheios de curvas do rio São João e sua foz, em Unamar. A restinga as margens das mais belas praias do Brasil, como a praia do Forte, são ricas em bromélias, cactus e orquídeas, formando uma paisagem exuberante. Cabo Frio possui mais de 10 praias, que compõem um dos litorais mais procurado pelos turistas na Costa do Sol.

  • Bio Diversidade

A Biodiversidade de Cabo Frio é única na Costa do Sol e em todo a Região Sudeste brasileira, levando o título de Centro de Diversidade Vegetal do Brasil. Em partes isso ocorre pelo baixo índice de chuvas da região e pelo constante vento. Também é influenciada pela característica de estar as margens da Lagoa de Araruama e do Canal do Itajurú, canal este que liga a lagoa ao mar. As plantas e animais se distribuem por extensas restingas e altas dunas e brejos e ambientes inundáveis. Nos locais onde venta mais, a floresta é baixa e as árvores pequenas e finas. Nos locais mais protegidos do vento, a vegetação é mais robusta. Algumas árvores de Cabo Frio só são encontradas no Rio Grande do Sul, fato este intrigante.

  • Hidrografia

A cidade de Cabo Frio se formou as margens da Lagoa de Araruama, entre as dunas, lagoas e brejos no encontro da Lagoa com oceano Atlântico, no Canal do Itajurú. Na outra extremidade, Cabo Frio encontra o rio São João, maior rio genuinamente fluminense, e seus afluentes, curvas, brejos e alagados. Estes rios tiveram seu curso modificado, diminuindo as voltas e contornos para que ficasse mais reto. Com isso, os brejos, área alagadas e lagoas formadas secaram, diminuindo a quantidade de peixes e de água. Cabo Frio possui algumas das praias de laguna e oceânicas mais belas praias do Brasil, como a praia do Forte, do Peró, das Conchas, e das Palmeiras.

Principais rios
Bacia Hidrográfica do rio Una: rio Una e três afluentes sem nome definido.
Bacia Hidrográfica do rio São João: rio São João, Gargoá, vala do Jacaré e do Consórcio.

Principais Praias
Praia do Forte, Praia das Conhas, Praia do Peró, Praia de São Bento, Praia do Siqueira, Praia do Sudoeste, Praia das Dunas, Praia do Foguete, Praia das Palmeiras, Praia Brava.

 

  • Geologia

Cabo Frio fica nas margens do Canal do Itajurú, formado a 7 mil ano atrás, quando a Lagoa de Araruama foi formada pela oscilação do nível do mar e pela formação das dunas da restinga da Massambaba. Hoje a região é ocupada pela cidade, mas originalmente era rodeada de dunas, paisagem característica de Cabo Frio e da praia mais famosa da cidade, a praia do Forte. As dunas são resultado da ação constante do vento em uma mesma direção sobre a areia das praias trazida pelas ondas do mar. Na região da praia Brava e da Boca da Barra, as rochas escuras são resultado do magma que se esfriou a 130 milhões de anos atrás, formando a rocha diabásio, de cor verde escura.

Tipo de Rochas e Minerais
Diabásio, ortognaisse, Ortoanfibolito, Paragnaisses, Basalto, Quartzo.

Curiosidade
Outra feição única em Cabo Frio é a cadeia de montanhas no fundo do mar que divide duas importantes bacias sedimentares produtoras de petróleo da costa brasileira: a bacia de Campos da bacia de Santos.

 

  • Saneamento

A água distribuída em Cabo Frio vêm de duas captação: uma no reservatório de Juturnaíba, formado por uma barragem no rio São João e outra na lagoa de Tamoios, ambas operadas pela concessionária de distribuição de água e coleta de esgoto PROLAGOS. A água captada no reservatório de Juturnaíba é tratada na Estação de Tratamento de Água de Juturnaíba, que capta 1.200 litros de água por segundo. Depois de tratada, a água é distribuída não somente para Cabo Frio, mas também Arraial do Cabo, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. A água chega as casas através de uma complexa rede de distribuição de 1.357km, formada por adutoras, casas de bombas, estações de manobras e reservatórios. A água captada na lagoa de Tamoios é tratada na Estação de Tratamento de Água de Tamoios e abastece a população de Tamoios, 2° Distrito de Cabo Frio.
O esgoto é captado pelo sistema de tomada a tempo seco, e em alguns locais com rede separativa. Depois de coletado é tratado na estações de tratamento de praia do Siqueira e na estação de Campos Novos (ETE Jardim Esperança). O água oriunda do tratamento do esgoto na ETE da praia do Siqueira retorna a Lagoa de Araruama, e a da ETE Jardim Esperança retorna ao rio Una. O tratamento do esgoto retira a quantidade excessiva de nutrientes como o fósforo e nitrogênio da água, que retorna ao ambiente causando menos impactos.
A distribuição de água e coleta de esgoto pela PROLAGOS não é obrigatório em toda a área do municípios, como na zona rural. Nestes locais é comum o uso de poços artesianos para o suprimento de água potável e de fossa como destino do esgoto. A utilização de poços e fossa sem critério na construção e sem realizar manutenção pode levar a contaminação da água, causando problemas de saúde nas pessoas que utilizam a água.